(051) 3762 2449




Luz Pulsada 
Depilação permanente
Preparação antes da Depilação permanente
Atenuação de Olheiras
Perguntas frequentes

Microvarizes 
Causas e prevenção
Tratamento


Lesões de pele 
Câncer de pele
Cistos e inflamações


Tratamento

        As lesões de pele são notadas nos meses de verão. A tendência é procurar assistência médica no inicio do outono. A motivação principal é o risco de que a lesão notada venha a ser um câncer de pele com os possiveis perigos associados. A primeira coisa a observar é se as manchas causam coceiras, se sangram com frequencia (as pequenas manchas de sangue na roupa) ou se descamam da pele; lesões que aumentam de tamanho, mudam de forma e principalmente se mudam de cor são suspeitas também. Ferimentos que não cicatrizam, excluidas outras causas, também devem ser motivo de atenção. Os anos de trabalho sob o sol se acumulam na pele, e, a cada ano aumenta a chance de desenvolver um cancer de pele. Embora existam muitos tipos diferentes de cancer de pele, a grosso modo, seguem a divisão em dois grupos, o grupo dos melanomas, o mais perigoso de todos, e o tipo não melanoma. O melanoma, pelo maior risco de colonizar outras partes do corpo, apresenta risco de vida considerável e o diagnóstico precoce é a melhor maneira de garantir a cura. Normalmente apresenta-se como uma mancha escura em pessoas de pele clara sendo que os sinais mais importantes de periculosidade são lesões sem simetria, com bordas irregulares e limite mal definido, várias cores na mesma lesão. Quanto maior o diâmetro maior o perigo. Existem melanomas brancos mas esses são bem mais raros.
        Os canceres de pele do tipo não melanoma são os que se encontram com maior frequência na população, apresentam taxa diminuída de mortalidade, no entanto invadem localmente a pele podendo causar destruição dela e das cartilagens abaixo da mesma. O tipo basocelular é descoberto como uma ferida de dificil cura, com bordos que lembram uma ulcera ou nódulo. O tipo epidermóide, mais perigoso, se apresenta como uma ferida que evolui rapidamente para lesão de pele que lembra uma úlcera. A retirada das lesões suspeitas pode ser realizada de várias formas e as melhores são as que não destroem a lesão e permitem que a mesma seja enviada para exame de confirmação para afastar preocupações. A maioria das técnicas atuais permite que isso seja feito com segurança e sem dor.


Retorna a página principal





© 2011 Gustavo Mazzarollo - Estrelamed serviços medicos ltda